segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Datena é condenado em processo por "discriminação homofóbica"

O apresentador José Luiz Datena foi condenado a uma advertência pela Secretaria da Justiça de SP, no processo administrativo que a Defensoria Pública move contra ele por "discriminação homofóbica".

O processo partiu de uma reportagem no programa "Brasil Urgente" durante a qual Datena usou expressões como "travecão butinudo do caramba" ao falar de um travesti.

A informação é da coluna Mônica Bergamo, publicada na Folha desta segunda-feira (27). A íntegra da coluna está disponível para assinantes do jornal e do UOL.

"Não houve discriminação. Falei sobre a agressão [depois da briga, o travesti empurrou o cinegrafista] e não sobre a opção sexual da pessoa", diz Datena.

A Defensoria vai recorrer pedindo que Datena seja multado em R$ 246 mil.

Um comentário:

  1. Assim é que está o mundo de hoje. O que era errado hoje está certo e vice-versa.

    ResponderExcluir

Não deixe de participar! Deixe aqui seu opinião!!